29 maio 2012

Quando se fecha um ciclo...




Um novo ciclo se inicia quando outro termina, é automático. Para o nascimento de uma borboleta, é necessário que se morra a lagarta. A natureza é assim e na nossa vida também.


Deus, na sua infinita sabedoria, nos mostra que todo ciclo é importante nas nossas vidas e, de cada um deles, devemos aproveitar o que nos é ofertado... 
No momento certo, a lagarta se transforma em borboleta e assim dá início ao ciclo reprodutivo no qual nascerão novas lagartas que se transformarão em outras borboletas.


Na nossa vida também é assim... A diferença é que a nossa racionalidade, por vezes, nos impede de aproveitar cada um dos nossos ciclos... É necessário que nos transformemos em borboletas para que possamos voar em outros jardins e fazer florescer novos caminhos...


E chegou o momento da borboleta monarca voar em outro jardim. Ela voou, mas deixou aqui nesse jardim muitas lagartinhas e borboletinhas que seguirão o seu rastro  em busca de novos jardins...
Estamos aprendendo a cultivar nosso jardim sem a sua presença física, mas percebemos, a cada momento, o quanto tem de você no nosso jeito de voar e polinizar!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Podem exclamar à vontade!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...