18 junho 2012

Crônicas de Luci :: O dia em que conheci Jorge Amado

O ano era 2001. Eu havia acabado de ingressar no curso de Letras e estava encantada com essa minha nova fase! Justamente neste ano, nós perdemos nosso Amado Jorge.



Nunca esquecerei daquele dia. Estávamos saindo da aula e uma amiga me chamou para ir ao velório do grande mestre. Eu não gosto muito desse tipo de evento, mas como era caminho para minha casa, aceitei o convite.
Quando chegamos no local, havia uma fila enorme para que as pessoas pudessem se despedir do escritor. Eu fiquei meio afastada esperando a vez da minha amiga chegar e irmos logo embora. De repente, olhei para o espaço onde estava o caixão e comecei a chorar. Eu não acreditava no que estava vendo.
Ele estava ali, em pé, ao lado do caixão. Eu não podia acreditar que eu estava vendo Jorge Amado, quer dizer, o espírito de Jorge estava ali e eu conseguia vê-lo. É muita emoção...
Minha amiga se aproximou de mim e eu estava chorando quando falei:
- Ele está ali, está ali bem pertinho do caixão. Eu estou vendo Jorge Amado bem ali.
Então minha amiga olhou para o local e começou a rir. Ela ria compulsivamente. Eu, sem entender nada, perguntei o que estava acontecendo. Ela respondeu: 
- Luci, aquela pessoa que você está vendo em pé ao lado do caixão é o irmão de Jorge!
Mas como assim, gente! O velhinho era idêntico ao irmão. Como eu poderia adivinhar? Eu nunca soube que Jorge tinha um irmão gêmeo.
Refeita do meu susto, caí na gargalhada e fomos saindo de fininho... 

Realmente existem coisas que só acontecem comigo!
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Podem exclamar à vontade!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...