10 junho 2013

Sobre ser gente grande...


Lembro bem que eu sempre quis ser gente grande. S-E-M-P-R-E! Por conta disso, eu apressei demais as etapas da minha vida. Fiz muitas coisas precipidamente, sabe? Comecei a namorar aos 12 anos, perdi a virgindade aos 13... Eu sempre fui a primeira a fazer tudo em meu grupo de amigas. Minha família me achava super rebelde. Uma vez minha avó disse: "Essa menina vai dar muito desgosto aos pais." Sim, eu era muito rebelde. Mas essa frase me marcou. Essa frase me impulsionou a mostrar que eu podia ser mais que uma ovelha negra.
Modéstia à parte, eu sempre fui inteligente. Então usei minha inteligência ao meu favor. Passei no vestibular, me formei, fiz o mestrado, trabalhei, trabalhei, trabalhei, trabalhei e resolvi mudar de área... 
Fiz um concurso pra uma área totalmente diferente da minha e estou muito bem, obrigada. Tenho a plena convicção de que meus pais sentem muito orgulho da filha que tem. Disso eu não tenho dúvidas.
Um belo dia, a menina (com quase 30 anos) decidiu não morar mais com os pais. Tudo aconteceu muito depressa,sabe? Eu tinha acabado de sair de um trabalho que eu estava odiando, tava com uma graninha guardada, comecei a trabalhar numa escola, porém fora da sala de aula. Foi uma mudança super radical.
Eu nunca achei que ia ser fácil sair da casa dos meus pais, onde eu tinha tudo do bom e do melhor, comida pronta e roupa lavada, não pagava nenhuma conta, minha grana era somente pra curtir minha vidinha de "Patricinha da favela" (Era assim que o pseudo me definia ¬¬').
No início, foi um choque. Porque eu confesso que nunca precisei fazer as coisas dentro de casa, nunca precisei lembrar dos dias de vencimentos de contas...
Mas eu tenho que falar: eu CRESCI. Hoje eu posso abrir minha boca e dizer: EU SOU UMA MULHER DE VERDADE.
Eu fiz tudo com responsabilidade. Porque, na minha cabeça, eu saí da casa de meus pais e não iria mais voltar. (Calma, eu não saí brigada com ninguém! rsrs...) Então eu fiz tudo pensando em mudar minha vida definitivamente. Eu quis mesmo amadurecer... E posso dizer com toda a certeza desse mundo: Eu, de fato, me tornei uma mulher. 
E estou muito orgulhosa de tudo que sou hoje. Eu lutei e consegui e ainda conseguirei muito mais.
Vem comigo?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Podem exclamar à vontade!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...