24 março 2014

Sobre morar sozinha :: Em busca de um lar

Hello!!

Oi, gente!! Os que me acompanham no facebook e no instagram já sabem que "terminei" a mudança. Sim, eu me mudei. Sim, eu me separei da mi hermana. Sim, eu estou morando sozinha. Antes que me perguntem: NÃO, eu não briguei com mi hermana. A gente só decidiu que cada uma deveria ter seu próprio espaço. 

Decidido que iríamos morar em casas separadas, vamos ao primeiro passo: ENCONTRAR UMA NOVA CASA. Gente, acreditem em mim: essa é a PIOR parte. ACREDITEM! Passei mais de um mês visitando casas e apartamentos em bairros próximos ao meu local de trabalho e os preços eram absurdamente fora do meu orçamento. Eu não aguentava mais procurar.


Encontrar uma casa em Salvador foi uma saga. Quando o preço é bom, o lugar não é legal... Quando o lugar é legal, o valor é absurdamente fora do meu orçamento. Isso porque eu ainda não citei a burocracia que você encontra para alugar um canto pra chamar de seu!! 
Vou contar essa minha saga por etapas, pois é MUITA coisa a relatar. Hoje vou falar sobre o necessário (basicão mesmo) para quem pensa em morar sozinho. 
Se você TEM GRANA, pode clicar no "X" ali do canto direito, pois as dicas que darei são para pessoas desprovidas de money assim como eu. Caso você se encaixe na categoria POBRE:

Vem comigo!

A primeira coisa que se deve fazer ao decidir que vai morar sozinho é: ECONOMIZE DINHEIRO! Qualquer moeda de R$0,50 é ouro! Vai por mim! Evite desperdiçar dinheiro com coisas que não estão relacionadas à mudança. Você vai sentir falta de cada centavo. ACREDITE! 

A partir do seu orçamento disponível, faça uma lista de tudo o que você precisa comprar. Escreva por ordem de prioridade. ATENÇÃO: A prioridade pra quem vai morar sozinho é definida pelo único critério: O que EU preciso ter para SOBREVIVER sozinho? (Depois faço um post contando as MINHAS prioridades!).

Outra coisa EXTREMAMENTE IMPORTANTE é decidir qual bairro você pretende morar e iniciar uma busca (não somente pela internet) de possíveis cafofos para morar. 
ATENÇÃO: tenha em mente o tipo de lugar que você pretende alugar! É casa, apartamento, kitnet? Tenha foco e não deixe o desespero tomar conta de sua vida! hahahaha... Nos últimos dias eu estava tão desesperada que quase aluguei um QUARTO numa pensão cuja regra principal era: Não pode instalar máquina de lavar! Sim, eu quase fiz isso! 

Deixe separados todos os documentos que comprovem quem você é nessa vida. Os documentos que comprovam sua renda são EXTREMAMENTE IMPORTANTES! Ninguém vai acreditar que você ganha milhões de reais se você não mostrar o seu contracheque. #FicaADica Em alguns casos, exige-se que você tenha comprovante de renda no valor TRÊS VEZES MAIOR que o valor do aluguel e um fiador com o mesmo critério. Não, a vida não é fácil! 
Aí eu penso: 



Pra que diabos eu iria alugar uma casa se eu ganhasse TRÊS VEZES mais do que posso pagar num aluguel? Eu, provavelmente, financiaria uma casa própria, ok? Esse é o tipo de coisa que eu NUNCA vou entender!

Ter dinheiro extra nesse momento é interessante, pois alguns locadores exigem que você pague, além do valor do aluguel, um valor de fiança. Geralmente, paga-se fiança para dispensar o fiador. 

Agora que você já sabe que encontrar uma casa não é fácil, conclui-se o óbvio: Nunca inicie as buscas em cima da hora. Eu fiz isso e foi uma experiência terrível! Programe-se e busque com calma. Eu comecei a procurar 1 mês e meio antes de terminar o prazo de entrega do apartamento que eu estava morando. Não aconselho isso a ninguém.

Para mim que sou uma MULHER SOLTEIRA, foi muito complicado! Sim, Salvador é uma cidade machista. Encontrei vários apartamentos cujos donos eram HOMENS e fui indagada: Você vai morar aqui sozinha? Você não tem parentes? Você não tem marido? Você vai conseguir dar conta de pagar as contas sozinha mesmo? 
Por fim, aluguei uma casa no meio de um cortiço (não era exatamente isso que eu queria, mas foi o melhor que havia para o momento!). A casa é ótima, a dona (sim, é uma mulher!) é super solícita e prestativa e não me fez mil perguntas machistas sobre a minha vida pessoal! 


Bem, meu caros, foi muito difícil, mas eu encontrei! E foi uma sensação MA-RA-VI-LHO-SA! Me senti, de fato, gente grande! Cheguei em casa radiante. Toda essa euforia foi embora quando eu me dei conta de que eu precisava encaixotar os meus pertences. Mas isso fica para outro post. Já falei demais! E essa novela não acaba por aqui. Não acaba mesmo. 

Aguardem cenas dos próximos capítulos.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Luci,
    Imagino a novela interminável que foi de encontrar um canto legal para morar sozinha. Aqui em Fortaleza também está assim, quando o local é legal os preços são absurdamente carissimos! E que bom que encontrou o seu cantinho para chamar de seu!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Didi, realmente foi um grande sacrifício!!! Muito TENSO! MAs, graças a Deus, tudo está indo par ao seu devido lugar!

      Excluir
  2. Encaixotar? O verbo deveria ter sido desapegar! Kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pare com isso! kkkkkkkkkkkkkk... Desapeguei de muita coisa! ^^

      Excluir

Podem exclamar à vontade!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...