21 outubro 2014

Playlist :: Como se recompor depois do fim...

Oi, gente! 
Hoje é um post prazzamigas que terminaram o relacionamento e deseja sair do fundo do poço... Mas tem que sair com classe, viu, migas? Não se permitam ficar chorando e se culpando. NÃO MESMO!

Só pra resumir minha história (porque ninguém merece ouvir #mimimi): entre idas e vindas, fiquei com o pseudo (lembram dele?) por CINCO ANOS. Isso, minha gente: CINCO ANOS! Sim, tivemos muitos momentos maravilhosos. MUITOS! Maaaaas, eu nunca me senti segura com ele, sabe? Sabe aquele tipo de pessoa escorregadia? Pois bem... Enfim, cansei disso. Eu quero uma pessoa inteira do meu lado, sabe? E ele não podia ser inteiramente "meu". Entenderam as aspas? Espero que sim... ¬¬'

Já falei que não me permito ficar triste? Pois é, não me permito! É claaaaaaaaaaaaaaro que com o término definitivo de uma relação de cinco anos, eu não fiquei indiferente à situação. Chorei? Claro que sim! Mas eu tenho tanta coisa mais interessante pra me preocupar, que esse término foi apenas mais um daqueles motivos que eu sempre deixo de escanteio no meu dia. #SouDessas

A decisão de terminar de vez foi minha (eu acho!). Porque a gente terminou umas duas vezes e sempre voltávamos pra uma situação que já me incomodava muito. Eu sempre fui a fraca da relação. Sempre aceitava tudo. TUDO mesmo. MAs chegou uma hora que não quis mais aceitar, afinal, não sou obrigada, né? 

Tudo começou quando eu estava ouvindo o CD Bicicleta, bolos e outras alegrias da Vanessa da Mata e, de repente, a música 'Vá' me disse tudo que eu deveria fazer... Foi difícil, meninas! Mas eu disse: VÁ!


"Vá se descobrir, vá crescer, entender e saber o que quer, quem você quer (...) Cresça, me deixe paz, mesmo que eu sofra mais (...) Amanhã serei bem mais feliz!

Pronto! Depois disso foi só me acostumar com o fato e tome-lhe música pra animar... Tem uma ótima do Luan Santana: Cabô, cabô! 


"Cabô, cabô (...) Não dá mais, eu te amava sim (...) Me toquei, não quero mais nós dois (...) Some do meu lado, eu não quero perder nem mais um segundo do meu tempo com você..."

E a pessoa tem que ser forte, viu? Descobriu que não dá mais, precisa sustentar isso! Nada de ficar alimentando que a pessoa mudou (no meu caso, teve cinco anos pra mudar e nada de diferente aconteceu!)... Por via das dúvidas, eu o bloqueei de todas as redes sociais... Gente, é difícil, mas é necessário! Pra reforçar essa decisão, ouvi reptidas vezes essa canção da Demi Lovato:

"But even if the stars and moon collide - Mas mesmo se as estrelas e a lua colidirem
I never want you back into my life - Nunca vou querer você de volta na minha vida
You can take your words and all your lies - Você pode pegar suas palavras e suas mentiras
Oh oh oh I really don't care - Porque eu realmente não me importo

Vanessa da Mata consegue cantar tudo aquilo que eu gostaria de dizer... Ela é realmente incrível.

"Porque esse amor se disse forte, se quem o teve nunca o quis?
Nunca se deu de verdade e o evitou quanto mais sentiu (...)

Olha, gente: quero deixar claro que não estou amargurada, ok? Eu vivi uma mentira na minha vida, mas eu ACEITEI viver isso. Só com tempo pra explicar tudo... Um dia, a gente marca um chopp... É muita coisa, muita história... E eu decidi mudar. Finalmente entendi que não podia mais fingir que estava tudo bem. Quero ser feliz de verdade. E todo mundo merece ser feliz de verdade... :D

Pra fechar, outra música da Vanvan que descreve EXATAMENTE o que se passa agora na minha cabeça...


"Quem sofre de amor sabe do que eu estou falando: Não tem jeito tudo é muito intenso!

Agora é virar a página e continuar sendo feliz! :*
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Luci,
    Acreditas que exatamente esses dias acabei um relacionamento de 4 anos. Não era bem namoro porque ele nunca me assumiu como namorada. Talvez porque era comodo me ter e ser solteiro por aí. Mas cansei disso. Quero mais, quero uma pessoa por inteiro. Só minha. E seja forte. Eu também fiz o mesmo, bloqueei ele em todas as minhas redes sociais. Assim não tenho noticias dele. Assim vivo mais livre e feliz! E como somos escorpianas maravilhosas, sairemos dessa! E vamos que vamos! Qualquer coisa estou aqui sempre!!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Didi, a melhor sensação é a liberdade, quando a gente sente que estamos livres de prisão emocional. É bom sentir que não somos mais escravas de sentimentos que não nos deixam seguir em frente! Seguiremos fortes porque assim somos!

      Excluir
  2. Luci amei a playlist e linkei esse post pra sair lá no Blog dia 05/01. Beijos Mona

    ResponderExcluir
  3. Luciiiiiii linkei esse post aqui http://www.dividindoexperiencias.com/2015/01/indicacoes-bloguisticas-da-semana.html Beijos Mona

    ResponderExcluir

Podem exclamar à vontade!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...